Tudo que você precisa saber sobre suplementação com creatina

A creatina pode ser encontrada no corpo humano, em alguns aminoácidos, assim como em alguns alimentos. Saiba como podemos usá-la como suplementação!

Creatina e pesos na academia

O que é a creatina?

A creatina é um suplemento seguro e eficaz. Quando associado a exercícios de força, é muito bem-vindo para desenvolvimento de massa muscular. Ainda, pode ser interessante em práticas aeróbicas e para indivíduos acometidos por sarcopenia (que possui perda de massa magra) associada - ou não - ao envelhecimento.


Ela pode ser produzida pelo corpo a partir de alguns aminoácidos, pequenas proteínas, encontra-se naturalmente em alguns alimentos, como carnes e ovos, por exemplo. Em sua forma suplementada, a creatina aumenta os estoques musculares de fosforilcreatina, uma substância essencial em processos de produção rápida de energia. Por favorecer a "explosão" muscular, aumenta a performance e otimiza os resultados.


Melhores indicações de consumo da creatina

Existe um limite máximo para aumento de creatina nos músculos. Por isso, não faz sentido pensar que "quanto mais, melhor". O aconselhável é ajustar a dose suplementada às necessidades individuais que, geralmente, ficam em torno de 3g a 6g por dia.


Em casos excepcionais, para atletas em competições, que há necessidade de efeitos rápidos, por exemplo, é possível utilizar uma estratégia com doses de ataque com creca de 20g por dia em um período de 5 a 7 dias.


A creatina deve ser tomada todos os dias, independente do treino, pois deve manter-se alta na corrente sanguínea. Ela pode ser diluída em água, shakes ou sucos (caso esses façam parte do plano alimentar) e deve ser tomada sempre próxima a um mesmo horário do dia.


Para que os resultados com o uso da creatina sejam colhidos, é essencial o seguimento de uma dieta saudável e ajustada para os objetivos. Consulte a nossa nutricionista!


#VemPraFORTEM #FORTEMComVC #Creatina #Nutrição #ComidaDeVerdade

14 visualizações0 comentário