top of page

Qual a relação entre flexibilidade e mobilidade?

Às vezes, há uma confusão a respeito dos conceitos dessas valências físicas. Você é flexível? Ou você é móvel? Nossos fisioterapeutas explicam a relação e as diferenças!


O conceito de flexibilidade e mobilidade

A flexibilidade e a mobilidade estão intrinsicamente relacionadas. Quando falamos em flexibilidade, é mportante entendermos que há uma forte relação com nossos tecidos musculares. É a capacidade que eles têm de se alongarem, à medida que movimentamos uma articulação.


Já a mobilidade está relacionada com nossas articulações e com a capacidade que elas têm de executarem movimentos em grandes amplitudes. Dependem muito da nossa flexibilidade muscular, assim como dos componentes das cápsulas articulares, ligamentos, controle motor e coordenação para a realização de determinados movimentos. Mas, então, não conseguimos separar uma coisa da outra, certo? CORRETO!


Como essa relação funciona no nosso dia a dia?

Quando pensamos em exercícios aqui no estúdio, fazendo o Romenian Deadlift (RDL) ou Stiff, por exemplo, precisamos de uma boa flexibilidade dos músculos posteriores de coxa, chamados de isquiotibiais, e uma boa mobilidade da articulação do quadril, coordenando o movimento com estabilização da coluna lombar. Dessa forma, temos maior qualidade de execução!


Na nossa rotina diária, para termos mais amplitude nos nossos movimentos, quando agachamos para pegar algum objeto, por exemplo, temos que ter esses mesmos músculos posteriores de coxa flexíveis, bem como um tornozelo móvel. Na prática esportiv, a ideia se mantém: quem pratica vôlei precisa ter músculos peitorais com bom alongamento, assim prevenimos possíveis compensação, estiramentos musculares ou tendinoses. Se sentimos dificuldade de realizar um movimento por falta de mobilidade, provavelmente os músculos podem estar encurtados ou podemos ter alguma restrição articular.


A avaliação como ferramenta para medirmos flexibilidade e mobilidade

No início de novos alunos e no replanejamento de treinos antigos, fazemos uma Avaliação Funcional e de Força para colhermos informações como graus de mobilidade articular e flexibilidade muscular, para que consigamos iniciar os treinamentos com total personalização.


Por meio do nosso serviço de Reabilitação e a partir dessas avaliações, é possível estabelecer tratamentos fisioterapêuticos ainda mais precisos e efetivos, prevenindo possíveis lesões e/ou tratando dores e desconfortos atuais. E aí, você é flexível? Você é móvel? Agenda a tua avaliação e vamos descobrir!


24 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page