Qual a importância da liberação miofascial para o teu treino?

Por mais que a liberação possa trazer alguma dor durante a execução, é uma técnica que pode trazer maior rendimento nos treinos e no dia a dia.



O que é a liberação miofascial?

A liberação miofascial é uma técnica que aplica pressões e deslizamentos em pontos de tensões miofasciais (mio = músculo / fáscia = tecido que conecta todo o sistema corporal, como as vísceras, nervos, músculos, tendões e ligamentos, criando uma rede integrada). Esses estímulos podem ser realizados tanto com as mãos, quanto com ferramentas como os rolos.


Com esses estímulos, há uma melhora da circulação sanguínea no local, um aumento de nutrientes e oxigênio, além da potencialização da conexão do sistema nervoso central com a ativação neuromuscular.


Qual o objetivo de fazer a liberação miofascial?

Quando treinamos ou estamos sob algum estresse, muitas vezes sentimos dores ocasionadas pela tensão muscular. A liberação promove a distensão dessas regiões e uma maior ativação muscular. Como se fosse uma preparação do corpo para alguma atividade.


Além disso, traz diversos outros benefícios, como:

  • A melhora na produção de força;

  • Melhora da flexibilidade;

  • Ganhos em mobilidade articular;

  • Redução das dores pós-treino.

Essas dores podem ser maiores de um aluno para outro por conta não só de estímulos durante uma sessão de treino, mas também em decorrência do estresse diário. Aqui na FORTEM, recomendamos o uso dos rolos que você pode ver na imagem acima para a liberação tanto no início, quanto no final do treino, dada a preferência do aluno. De qualquer forma, é uma ferramenta que ajuda muito na recuperação!


#VemPraFORTEM #FORTEMComVC #TreinamentoFuncional #TreinamentoPersonalizado #LiberaçãoMiofascial



8 visualizações0 comentário