O impacto do uso excessivo de açúcar refinado

Atualizado: 30 de mai.

Amplamente utilizado, o açúcar de mesa (refinado) está presente nos nossos preparos diários e grandes indústrias. Mas você sabe quais os impactos do uso excessivo? Confere abaixo tudo sobre o açúcar!

Listamos os impactos ao nosso corpo cm o alto consumo de açúcar

Produtos industrializados e até preparos caseiros podem conter altos índices de açúcar em suas composições. Entretanto, quando consumido em excesso ele piora a qualidade da alimentação e contribui para o desenvolvimento de doenças relacionadas ao estilo de vida, como obesidade e diabetes.


Por conter calorias vazias (ou seja, sem nutrientes) e promover aumentos bruscos do açúcar no sangue, uma alimentação rica em açúcares prejudica o metabolismo, contribui para o desenvolvimento de resistência à insulina, para a fome constante e para o acúmulo de peso na forma de gordura corporal.


Quais as recomendações para o consumo de açúcar?

Recomenda-se que a ingestão de açúcar de adição - aquele que adicionamos à bebidas e receitas - não ultrapasse 35 a 50g/dia, mas esta quantidade pode ser ainda menor dependendo do estado de saúde e dos objetivos de saúde de cada um.


Abaixo uma relação com diversos alimentos e o seu conteúdo de açúcar:

  1. 1 pote de iogurte adoçado: 12g de açúcar (2 ½ colheres de chá);

  2. 1 lata de refrigerante: 33g de açúcar (6 ½ colheres de chá);

  3. 1 barra de chocolate: 48g de açúcar (9 ½ colheres de chá de açúcar);

  4. 1 colher de sopa de ketchup: 4g de açúcar (1 colher de chá de açúcar);

  5. 1 caixinha de achocolatado pronto para consumo: 40g de açúcar (8 colheres de chá de açúcar);

  6. 7 biscoitos recheados: 48g de açúcar (9 ½ colheres de chá de açúcar);

  7. ½ xícara de chá de cereal sucrilhos com açúcar: 25g de açúcar (5 colheres de chá de açúcar).

Para um consumo consciente de açúcar, busque não adicioná-lo à bebidas - como café e limonada, por exemplo -, buscando sempre apreciar o sabor natural dos alimentos. É importante criar o hábito de ler o rótulo dos produtos, dando preferência a biscoitos, barrinhas, iogurtes, granolas e afins que não o contenham. Ainda, evite o consumo rotineiro de guloseimas e sobremesas; deixe esses alimentos para consumo eventual e em quantidades moderadas.


Para avaliar o seu caso, especificamente, e obter orientações mais assertivas, consulte sempre uma nutricionista.


#VemPraFORTEM #FORTEMComVC #AçúcareTreinamento #Nutrição #ComidaDeVerdade


7 visualizações0 comentário